6 de fevereiro de 2008

É com esse que eu vou

Elis Regina

3 comentários:

Ch disse...

Caríssima Isabel;
.
Quero dizer, de antemão, que sua presença muito me enobrece lá no Almofariz. Sabe que é muito bem vinda, sempre!
.
Estive aproveitando o feriado carnavalesco, mas já retornei à velha e boa faina no blog, de maneira que volto a visitar os recantos que mais aprecio, entre os quais o Hálito, logicamente.
.
Bom, dando uma corrida pelas postagens, encontro a voz de Elis. No documentário de onde se origina a música em destaque [É Com Esse Que Eu Vou], ela dá uma interpretação chiquérrima e intimista a certos clássicos, acompanhada dos músicos Cesar Camargo Mariano, Luisão e Paulinho Braga. Algo que não se pode perder.
.
Encontro ainda os belos versos de Sylvia Plath, também homenageada no maravilhoso poema O Jardim do Solar, em postagem que cheguei a comentar. Depois, Marisa Monte e Madredeus - que eu particularmente aprecio bastante - chegam a encher a vista. Que beleza!
.
Por isso, digo e reafirmo: voltar aqui é por demais gratificante.
.
Um forte abraço do amigo.
Carlos

Edna Battaglini disse...

Olá Izabel
chegar aqui no e deparar-me com a nossa eterna Elis Regina, causou-me um encantamento,com sabor de nostalgia, engraçado que como certas coisas nos são eternas,
e Elis para mim será sempre Elis.
abraços, agradeço a bela

Edna Battaglini disse...

ah vc é Isabel com "s",desculpe.