18 de outubro de 2007

Aqui nesta praia | 36



Les Deux Baigneuses
William-Adolphe Bouguereau

1 comentário:

Ch disse...

Caríssima Ana;
Volto ao Hálito para exercitar o olhar com coisas belas, as imagens, as reproduções artísticas e, principalmente, os poemas escolhidos com tanto esmero.
Lindíssimos os da lavra do Joaquim Pessoa. Fiquei tocado!
Sem palavras para explicar a emoção de rever Bouguereau [lembrou-me um trabalho dele de nome O Ninfário [nimpharium] (?)]. Perdoe-me a tradução. Talvez a palavra nem exista, se nos distanciarmos da sua literalidade, mas é a que encontro de maior coerência.
É ótimo voltar aqui.
Abraços do
Carlos