1 de novembro de 2007

Escrito como o vi

Uma brisa ligeira agita as folhas do salgueiro
os lótus de flores ébrias embebem-se de poente
nos montes distantes pálidas núvens acariciam o céu ainda claro
a rapariga dos pós vermelhos tem seguramente doze,treze anos
docemente, ela recolhe uma canoa carregada de nenúfares



Zhang Kejiu
Tradução da versão em língua francesa e selecção de Albano Martins

Sem comentários: