30 de janeiro de 2007

Um pálido Inverno

Um pálido inverno escorria nos quartos
Brancos de silêncio com a névoa
Um frio azul brilhava no vidro das janelas
As coisas povoavam os meus dias
Secretas graves nomeadas.

Sophia de Mello Breyner Andresen

Sem comentários: