8 de setembro de 2006

Fragmento de...

A Formosa Pintura do Mundo de Frederico Lourenço

"A tragédia grega ensina que o amor não deve atingir a própria medula da alma. Mas na vida de alguns de nós, de preferência uma única e irrepetível vez, a medula da alma é atingida pelo amor. Felizes os que sobrevivem."

Sem comentários: